Skip to main content

Outubro Rosa

Como vocês podem perceber, eu alterei as cores do layout novamente, pois eu estou engajada na campanha Outubro Rosa que busca a conscientização das população sobre o câncer de mama!

Por esse motivo, durante todo o mês de outubro haverão posts sobre o assunto: como prevenir, informações, passo a passo do autoexame e farei alguns marcadores de páginas e pequenos artesanatos para vender e doar para Fundação Laço Rosa que apoia mulheres com um banco de perucas online!

Como surgiu o Outubro Rosa?

Outubro Rosa foi criado no início da década de 90, mesma época em que o símbolo da prevenção ao câncer de mama, o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA) e, desde então, promovido anualmente em diversos países.

O que é o câncer de mama?

Segundo tipo mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos novos casos a cada ano. Se diagnosticado e tratado oportunamente, o prognóstico é relativamente bom.

Por que é tão importante fazer o autoexame das mamas?

Se no momento do diagnóstico o tumor tiver menos de um centímetro (estágio inicial), as chances de cura chegam a 95%, segundo a Femama. Quanto maior o tumor, menor a probabilidade de vencer a doença, por isso a detecção precoce é uma estratégia fundamental.

Como está o Brasil em relação ao câncer de mama na população?

No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Na população mundial, a sobrevida média após cinco anos é de 61%.

Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta faixa etária sua incidência cresce rápida e progressivamente. Estatísticas indicam aumento de sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.

Em 2013, esperam-se, para o Brasil, 52.680 casos novos da doença, com risco estimado de 52 casos a cada 100 mil mulheres. Em quatro das cinco regiões brasileiras, é o tipo mais comum entre as mulheres, sem considerar os tumores da pele não melanoma: Sudeste (69/100 mil), Sul (65/100 mil), Centro-Oeste (48/100 mil) e Nordeste (32/100 mil). Na Região Norte, é o segundo tumor mais incidente (19/100 mil), ficando atrás do câncer do colo do útero (23/100 mil)

Quero saber mais, onde posso procurar informações?

O Ministério da Saúde criou um pequeno questionário para testar o conhecimento das mulheres e informar sobre a prevenção e sobre o câncer de mama, o teste está disponível aqui. Você pode procurar informações também no site do INCA – Instituto Nacional de Câncer.

O próximo post vai contar com um passo a passo do autoexame das mamas e mais informações para se obter um diagnóstico precoce da doença! Informação e prevenção ainda são as nossas melhores armas contra o câncer, saúde é coisa séria!